Boletim Alcatraz

Boletim Alcatraz-Abril-Maio-Junho-1

Brochura do PCSAP

Brochura-do-PCSAP-1

Educação Ambiental

Halcyon

Sítios de Intervenção

Superficie total de Áreas Protegidas de Cabo Verde: 53.828.74 ha
Total de percentagem de áreas protegidas terrestre: 4.16%
Total de percentagem de áreas protegidas marinhas: 1.6%

Parque Natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre
Total da área:2091.50 ha
Tipo de bioma: terrestre
 
O Parque Natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre está localizado na vertente setentrional da ilha de Santo Antão, mais precisamente na parte nordeste, entre os meridianos 25º 2´ e 25º 5´ 30´´ Oeste e os paralelos 17º 6´ 20´´ e 17º 8´ 30´´ Norte. A altitude mínima no parque é de aproximadamente 400 metros na zona de Xoxô e a altitude máxima corresponde ao Pico da Cruz com 1585 metros.
 
O parque ocupa uma área de 2092 hectares e está situado na zona de convergência dos três concelhos da ilha de Santo Antão, sendo que 15,1% (316 hectares) pertence ao Concelho de Porto Novo, 42,6% (891 ha) pertence ao Concelho de Paúl e 42,3% (885 ha) pertence ao Concelho de Ribeira Grande. Apresenta uma grande diversidade de espécies vegetais, muitas delas endémicas, e constitui, até agora, um dos centros de maior diversidade de espécies de plantas endémicas em todo o arquipélago de Cabo Verde.
 
 
A flora do Parque Natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre é bastante diversificada e rica. Nesta diversidade de espécies pode-se encontrar o Aeonium gorgoneum (Saião), Artemisia gorgonum (Losna), Campanula jacobaea (Contra-bruxa),Campylanthus glaber ssp. glaber (Alecrim-brabo), Conyza feae (Losna-brabo), Dracaena draco (Dragoeiro),Diplotaxis gorgadensis ssp. brochmannii (Mostarda-brabo), Globularia amygdalifolia (Mato-botão), Sonchus daltonii (Coroa-de-rei),Tornabenea bischoffii (Aipo), etc.
 
Neste parque observa-se um número significativo de aves tais como Falco tinnunculus ssp.neglectus (Passarinho),Neophron percnopterus (Pássaro branco/Abutre) Pterodroma feae (Bior), Columba livia (Pomba) e Tyto alba ssp. detorta(Coruja). Os répteis endémicos de Cabo Verde que estão presentes no parque são a Tarentola caboverdiana ssp. caboverdiana (Osga) e a Chioninia fogoensis ssp. antaoensis (Lagartixa). O Hemidactylus brooki (Osga), uma espécie introduzida, poderá existir igualmente no parque. O morcego que é o único mamífero nativo das ilhas pode ser encontrado no parque. A espécie de morcego apontada para Santo Antão é o Miniopterus schreibersi
 
Parque Natural de Moroços (Santo Antão)
Total da área: 818.10 ha
Tipo de bioma: terrestre
 
O Parque Natural de Moroços está localizado praticamente no centro da ilha de Santo Antão, no limite oeste do Planalto Leste, entre os meridianos 25º 9´ 55´´ e 25º 11´ 20´´Oeste e os paralelos 17º 6´ 20´´ e 17º 5´ 0´´Norte, numa altitude que varia entre os 500 metros (Vale da Garça) e os 1767 metros. Possui uma área de 818 hectares. Dessa área, 71 hectares (8,7%) pertencem ao Concelho de Porto Novo e 746 hectares (91,2%) pertencem ao Concelho de Ribeira Grande. A paisagem fascinante aliada às características geomorfológicas do parque que consistem na existência de encostas escarpadas e rochosas da cabeceira da Ribeira da Garça, e solos de pozolana são atractivos para quem aprecia a natureza.
O Parque Natural de Moroços é uma área semi-natural. Esse parque apresenta uma peculiaridade, pois possui ainda comunidades vegetais muito próximas da vegetação natural original.
 
O Parque Natural de Moroços possui uma grande diversidade de espécies da flora, nomeadamente, Aeonium gorgoneum(Saião), Artemisia gorgonum (Losna), Campanula jacobaea (Contra-bruxa), Campylanthus glaber ssp. glaber (Alecrim brabo), Dracaena draco (Dragoeiro), Echium stenosiphon (Lingua-de-vaca), Euphorbia tuckeyana (Tortolho), Helianthemum gorgoneum (Piorno de flor amarela), Nauplius daltonii ssp.vogelii (Macela), Papaver gorgoneum ssp. theresias (Papoila),Periploca laevigata ssp. chevalieri (Curcabra), Umbilicus schmidtii (Balsâmo), Kickxia elegans (Agrião de rocha), Lavandula rotundifolia (Lisbon), etc.
 
Parque Natural de Monte Verde (São Vicente)
Total da área: 311.90 ha
Tipo de bioma: terrestre
 
Monte Verde faz parte de uma cercadura montanhosa, que representa os restos de uma primitiva bordeira, cujos pontos culminantes são os montes Verde e Madeiral, com cerca de 744 m e 680 m, respectivamente. Na sua plataforma de topo, inclinada a NE, proporciona-se um meio favorável à incidência da humidade, factor responsável pela existência de um quadro paisagístico que contrasta com a aridez das restantes zonas da ilha.Sob o ponto de vista geológico, Monte Verde é formado por tufos vulcânicos recortados por filões basálticos.
 
O Parque Natural de Monte Verde é o único representante de zona sub-húmida da ilha de São Vicente, portanto no parque é possível encontrar espécies que não existem em nenhuma outra região de São Vicente, como por exemplo Limonium jovi-barba (Carqueja), Sonchus daltonii (Coroa de rei), Echium stenosiphon ssp. stenosiphon (Língua - de - vaca), Campanula jacobaea (Contra bruxa), Davallia canariensis (Feto), Kickxia elegans (Agrião de rocha).
Monte Verde apresenta uma pequena área florestada de 7045 metros quadrados localizada entre os 500 e 600 metros de altitude Neste parque, pode-se encontrar ainda várias outras espécies de plantas endémicas nomeadamente, Nauplius daltonii ssp. vogelii (Macela), Sarcostemma daltonii (Ervatão), Aeonium gorgoneum (Saião), Kickxia elegans (Agrião-da-rocha), Lavandula rotundifólia (Lisbon), Lobularia canariensis ssp. spathulata (Sempre-noivinha).
 
Carta de relevancia da biodiversidade e geodiversidade do PNMV
Carta de fragilidade do PNMV
Carta de qualidade do PNMV
Carta Síntese das Zonas Básicas e das Zonas Específicas
 
Complexo das Áreas Protegidas do Leste da Boa Vista
Total da área: 39,471 ha*
Paisagem terrestre: 12, 511 ha
Paisagem marinha: 26, 749ha
Bioma: terrestre, costeiro e marinha

*RNI Ilheu de Baluarte - 94.65 ha (área terrestre -7.65; área marinha - 87.0)
RNI Ilheu dos Pássaros - 38.82 ha (área terrestre - 0.82; área marinha - 38.0)
RNI Ilheu de Curral Velho - 41.77 ha (área terestre - 0.77; área marinha - 41.0)
RN da Tartaruga - 14.875 ha (área terrestre - 1.439; área marinha - 13.436)
PN do Norte - 22.047 ha (área terrestre - 8.910; área marinha - 13.137)
MN Rocha Estância - 739 ha (área terrestre - 739)
PP Curral Velho - 1635 ha (area terrestre - 1635)
 
O Complexo de Áreas Protegidas do Leste da Ilha da Boa Vista*, cobre toda a parte oriental da ilha da Boa Vista e inclui áreas terrestres, costeiras e marinhas bem como algumas colinas de baixa altitude em suas zonas terrestres (como a Ponta de Chã de Tarafe e o Monumento Natural de Monte Estância) e estende-se por uma vasta área desde a Ponta de Ajudante a sul até a Ponta de Chã de Tarafe a norte.
O complexo apresenta um considerável número de habitats e paisagens únicas da ilha, nomeadamente, as praias e as formações dunares, os ecossistemas marinho de que são exemplo as baías abrigadas, a baixas salgadas e as zonas lagunares, as falésias e escarpas e a vegetação associada que dão abrigo a uma diversidade de espécies em alguns casos únicas do arquipélago.
Flora: A flora endémica é constituída por espécies como a Phoenix atlantica (Tamareira), Tamarix (Tarafe).Dos endemismos, a Phoenix atlantica (Tamareira), Frankenia ericifolia ssp. ericifolia (Palha-deengodo),  otus brunneri (Piorno) eAristida cardosoi (Palha branca) integram as formações dunares.
 
Fauna: Aves como Eremopterix nigriceps (Pastor), Ammomanus cincturus (Calhandra), Alaemon alaudipes (Cotovia),Cursorius cursor (Corredeira), Calonectris edwardsii (Cagarra), Phaeton aethereus (Rabo de junco) e Passer iagoensis(Pardal) podem ser avistadas no Complexo, e ainda tartarugas, baleias e golfinhos.
 
*O Complexo integra as seguintes areas protegidas: Parque Natural do Norte, Reserva Natural da Tartaruga, Paisagem Protegida de Curral Velho, Reservas Naturais Integrais dos Ilheus de Baluarte, dos Passáros de Curral Velho e Monumento Natural de Monte Estância.

 

 
Complexo das Áreas Protegidas do Sal: Reservas Naturais da Serra Negra e Costa da Fragata e Paisagem Protegida Salinas de Santa Maria (Sal)*

Tipo de bioma: costeiro, terrestre e marinho
Serra Negra: 2.627 ha (paisagem terrestre- 331ha; paisagem marinha -2.296 ha)
Costa da Fragata: 2.693 ha (paisagem terrestre- 346 ha; paisagem marinha - 2.347 ha)
Salinas de Santa Maria: 69.0 ha (paisagem terrestre - 69.0 ha)
 
A Serra Negra fica situada na parte sudeste da ilha, com um relevo de 104 metros de altura que se dispõe paralelamente à linha da costa, desde da Ponta de Fragata até a Ponta do Morrinho Vermelho. A costa apresenta zonas rochosas, com acumulação de rodolitos, fragmentos de corais e conchas, alternadas zonas de charcos intermareais e zonas de praias de areia.
 
As falésias constituem uma importante zona de nidificação para algumas espécies de aves, nomeadamente, Phaethon aethereus (Rabo-de-junco), Pandion haliaetus (Guincho), Falco tinnunculus (Francelho/filili) e Falco alexandri.
 
As praias que se encontram ao pé do relevo de Serra Negra servem de local para nidificação das tartarugas marinha da espécie Caretta caretta. Ao longo das praias, podem ser vistas algumas aves como o Cursorius cursor (Corredeira), acaladris alba (Pilrito sanderlingo) e o Charadrius alexandrinus (Borrelho-de-coleira).
 
A parte da crista da montanha que vai até ao vale que delimita a área protegida é caracterizada por vegetação endémica reduzida e nela habitam as espécies Asparagus squarrosus (Espargo) e Limonium brunneri (carqueja).
 As praias constituem um dos pontos de desova da tartaruga comum (Caretta caretta). A nível da flora, destacam-se Sporobolus sp., Heliotropium curassavicumRuppia maritima e alguns exemplares de Tamarix senegalensis (Tarrafe)
 
A Costa da Fragata fica localizada na parte sudeste da ilha do Sal e constitui uma extensa praia de areia, com cerca de 4,7 km, bordeada por um cordão dunar, paralelo à costa, seguida por uma extensa salina revestida parcialmente por areias.
 
Paisagem Protegida Salinas de Santa Maria
Total da área: 69.0 ha
Tipo de bioma.  terrestre
 

As Salinas de Santa Maria encontram-se a uma distância de 500 metros da costa este, próxima à reserva natural da Costa da Fragata. Se encontra também muito próxima à população e à baía de Santa Maria, recente núcleo turístico em expansão. Possui uma área de 69 ha.

Ainda que a maior parte da sua superfície se encontrar desprovida de vegetação devido às transformações que veio a sofrer desde o início da exploração do sal, sobrevivem algumas comunidades de plantas adaptadas às severas condições de aridez e salinidade. Entre estas, se destacam Zygophyllum sp., Sesuvium sp.,Arthrocnemum glaucum, entre outras.

Esta salina tem constituído um habitat adequado para algumas aves limícolas, nidificantes e migratórias.

 
Reserva Natural da Ponta do Sinó
Área Total: 5,747 ha*
Superfície marinha: 5, 651 ha
Superfície terrestre: 96 ha
Bioma: Costeiro e Marinho
 
A Reserva Natural da Ponta do Sinó se encontra localizada na zona turística de Santa Maria - Ponta Preta e representa um ecossistema idóneo para a presença de uma flora de características halófilas assim como para diversas aves limícolas. Este espaço fica delimitado à margem da urbanização turística da zona de Santa Maria - Ponta Preta e Algodoeiro.
 
A nível da flora podem ser encontradas espécies como Arthrocnemum glaucum (Murraçona/Fninga), Zygophylum waterlotii(Murraça Preta), Z. fontanesii (Murraçabranca/Uva de mar), Prosopis juliflora (Acácia americana/ Espinheiro), Aerva javanica (Florinha, Florzinha), Frankenia ericifolia ssp. ericifolia (Palha-de-engodo), Heliotropium ramosissimum (Erva - das - sete - sangrias).
 
Na reserva existem espécies de algas castanhas, corais, moluscos (Cefalópodes, gastrópodes, bivalves), crustáceos (camarões, caranguejos, percebes e lagostas).
A reserva natural de Ponta do Sinó é uma importante área de desova da tartaruga marinha Caretta caretta e alberga um importante fundo coralino.
 
 
 
Parque Natural do Fogo
Total: 8, 469 ha
Tipo de bioma: terrestre
 
O Parque Natural do Fogo ocupa uma área de 8.469 hectares e situa-se na confluência de três municípios: S. Filipe (1.861 ha: 22% do Parque), Santa Catarina (4.237 ha: 50% do Parque) e Mosteiros (2.370 ha: 28% do Parque). Encontra-se situado na zona central da ilha do Fogo e abrange o vulcão, a cratera, a bordeira e, o perímetro Florestal de Monte Velha.
 
O seu limite Norte fica situado a uma altitude que vai aproximadamente dos 1.000 a 1.400 metros, com pontos de referência naturais localizados entre Cutelo Cinza e Ribeira Pelado até as nascentes da zona de Orela. O limite Sul situa-se entre a Orela e Bordeira a uma altitude de aproximadamente 1.800 metros, seguindo o limite Este que passa abaixo da estrada principal de acesso a Chã das Caldeiras, passando pela Ribeira de Fernão Gomes até Cabeça Turi, a 1.104 metros de altura.
 
A flora integra espécies como Euphorbia tuckeyana (Tortolho), Echium vulcanorum (Língua-de- vaca), artemisia gorgonum(Losna), Satureja forbesii (Erva-cidreira), entre outras.
 
No parque pode-se encontrar aves como Acrocephalus brevipennis (Tchota-de-cana), Pterodroma feae (Gón-gón), Falco tinnunculus (Filili), Sylvia conspicillata (Tchintiroti), Halcyon leucocephala (Passarinha), etc.

Siga-nos           

  • Facebook Page: 100002492209303
  • YouTube: watch?v=3fBstOX-ML0